terça-feira, 1 de setembro de 2009

Anime: BAKUNYUU OYAKO

AVISO: Se você for menor de 18 anos, não leia esta postagem! Sei que esse aviso pode parecer inútil, mas o problema é seu. O Estúdio Rafelipe não se responsabilizará pelo que venha a acontecer com o internauta que de repente quiser baixar o anime abaixo resenhado.
Olá.
Hoje, vou falar de anime, que faz muito tempo que não falo. E, para quebrar a cara logo no início do mês de setembro, vou falar de um anime hentai.
Claro que vocês devem saber o que é hentai. Mesmo que o gênero pareça obsceno, fãs de anime e mangá não desprezam os hentais. Ainda mais em noites solitárias...
Mas eu vou resenhar, com a cara e a coragem, um hentai pelo simples prazer de fazer uma pequena reflexão acerca do erotismo no mídia. Quando assisti esse anime, meio sem querer, por simples curiosidade, cheguei à conclusão de que existem dois tipos de animes eróticos: os que tem as cenas de sexo no meio da história, e os que tem a história no meio das cenas de sexo.
Pois sim. Esse segundo grupo, se pudesse, só se limitaria às cenas de sacanagem. Mas, como é preciso uma história para ligá-las... caso contrário, o filme em questão perde sua razão de ser, e o interesse diminui. É preciso dar um motivo para os personagens transarem entre si - mesmo queda forma mais escabrosa.
Gosto mais de mídias eróticas do primeiro grupo, as que tem o sexo no meio da história. Porque eu vejo que os personagens que ali estão trocando fluidos devam ter uma biografia pessoal, sonhos, aspirações. O sexo seria parte natural de sua experiência de vida.
Chega de ficar divagando. Vamos ao que interessa: querem sexo? Sexo bem cabeludo? Querem história no meio das cenas de sexo? Não querem perder tempo com lenga-lenga?
Calma, gente. Dizem que as preliminares são a melhor parte da transa!
Chega de preliminares. Chegou a hora de BAKUNYUU OYAKO!
Esse anime é conhecido nos países de língua inglesa como Everything what you do... I can do better (Tudo o que você fizer, eu posso fazer melhor). BAKUNYUU OYAKO é o nome original dessa safada série com dois episódios de trinta minutos cada. (A produtora não consegui encontrar).
BAKUNYUU OYAKO gira em torno do triângulo amoroso (?) entre Yusuke, Reina e Mitsuki. Aliás, sabe aquela história na qual o cara namora uma garota, mas se apaixona pela mãe dela? É mais ou menos isso.
Yusuke é um estudante normal, até que um dia ele é apresentado por um amigo a Reina, uma bela garota de aspecto tímido que lhe faz uma proposta: ser seu professor particular. Claro que Yusuke aceita, e por um motivo especial: pelo fato de Reina ter seios enormes. Aí, já viu, né?
Mas as surpresas só estão começando. Chegando à casa de Reina, Yusuke dá de cara com Mitsuki, a mãe da garota. Uma mulher jovem, bonita, frustrada sexualmente. E que também tem seios enormes! É mais do que suficiente para Yusuke sentir-se no paraíso!
Bão, na primeira noite, a primeira piiih ele dá justamente em Reina. Por hora, ele não penetra na mocinha, claro, mas ambos seduzem-se no meio da aula: Yusuke simplesmente não resiste em apertar os seios de Reina e depois meter o piiih entre eles...
Segunda noite: enquanto Reina está no banho, Yusuke espera. Mas Mitsuki, que assim como Reina se apaixonou pelo garotão, o seduz. E Yusuke piiih com Mitsuki. Faz de tudocom ela, até meter o piiih entre os peitões dela... E a mamãe gostosona faz o garotão prometer fidelidade para com ela...
No entanto, Yusuke não cumpre com o prometido. Novamente seduz Reina, e piiih com a garota. Mas, na hora do piiih, quem chega no quarto e flagra os dois no bem-bom? Mitsuki. E aí começa a confusão... porque mãe e filha começam a disputar Yusuke. No auge da briga, o garotão ainda aproveita e, com a desculpa de testar qual é melhor, piiih com as duas! E ambas aproveitam ao máximo... Coitado do Yusuke, ter de aguentar duas amantes fogosas e de seios enormes... é de sangrar o nariz em rios!
Até aí, é a maior safadeza. Aí, no segundo episódio, é Reina que procura por Yusuke no apartamento dele,e aí, começa tudo de novo... os dois piiih, aí chega Mitsuki, as duas brigam mas aí Mitsuki entra na brincadeira e Yusuke piiih as duas e as duas piiih e piiih...
Nada que impressione, para dizer a verdade. Porque a animação é um tanto fraquinha, e o anime tem um ritmo muito lento e repetitivo. É cansativo, para dizer o mínimo. E a história é só desculpa para amarrar as cenas de sexo. E ainda por cima reafirma a tara dos japoneses por seios enormes, e um certo machismo. É piiih... Nem tudo o que é bom pro Japão é bom pro Brasil...
Mas tem quem goste. Ou, como diz o outro: "melhor do que nada". Ainda mais nas noites solitárias.
E os que se interessaram, podem baixar os dois episódios legendados pelo site Só Hentai (http://sohentai.net/). Por lá, os safados ainda podem baixar muitas outras séries, e de uma qualidade talvez bem superior à de BAKUNYUU OYAKO.
Desculpem, gente. Sei que desta vez, quebrei a cara.
Mas me redimo com minha ilustração: da série Somente com camisinha, reitero: sexo, só com camisinha. Pena que nos animes eróticos não se faça nem menção ao preservativo... agora só falta ou a Reina ou a Mitsuki aparecerem para o Yusuke e falarem, mostrando as barrigas, que o filho é dele...
Quem mandou bancar o touro, seu piiih?
Até mais!

3 comentários:

Fabrício disse...

haha! Tri a piiih esses desenhos!

hiei777 disse...

Quem são as duas de baixo da imagen????
Me passa o nome do hentai DELAS???

Em companhia do luar disse...

ola eu. rsrsrs. meu nome tambem é rafael.
tudo bem como foi natal e a virada de ano?
para começar o ano bem comecei a pesquisar sobre desenhista como eu, e voce foi um dos que encontrei no caminho.
gostei daqui, dos desenhos dos textos.
a imagem aqui e em outros posts sao pequenas e nao dão para ler direito sei que as mais recentes postagens ja consertou isso, mas deveria fazer ajustes nas mais antigas tambem.

um abraço

cuide-se

desejo que este ano seja repleto de ideias para que possa desenhar e nos deleitar nas aventuras, seja repleto de vitorias, de saúde, paz...

literaturaearte0809.blogspot.com
@ns_rafael