sábado, 1 de setembro de 2012

Luluzinha e Bolinha, mais light

Olá.
Estamos entrando no mês de setembro, mês de início da primavera - e também está próximo o aniversário do blog Estúdio Rafelipe. Este início de mês é propício para começar projetos novos. Por hora, aguardem os próximos dias.
Por enquanto, vamos nos ater à já tradicional seção mensal deste blog: no final desta semana que passou, a editora Pixel Media, selo do grupo Ediouro, largou mais dois números dos gibis da Luluzinha e do Bolinha clássicos.

O mês que passou foi uma verdadeira loucura, pois a Pixel largou muitos lançamentos de personagens clássicos: Luluzinha, Bolinha, o especial com o Aranha e os gibis do Popeye, do Gasparzinho e do Riquinho. E agora, chegam estes novos números dos personagens criados em 1935 por Marjorie "Marge" H. Buell. E, este mês, as histórias escolhidas são, de certa forma, mais leves, mas não menos divertidas, que nos números anteriores. Destaques deste mês:
LULUZINHA número 18 traz as seguintes histórias: O Ouro da Sorte, os acidentes, desentendimentos e acasos da vida construindo uma narrativa em torno da tristeza do Seu Jorge, o pai da Lulu, e das confusões em que a menina e o Bolinha se metem; O Mistério da Escova de Cabelo, mais um caso detetivesco para o Aranha, o pior inimigo do Seu Jorge; Evangelina, um pequeno clássico do clichê humorístico da perda de memória por conta de uma pancada na cabeça; A Atiradora Certeira, muita confusão provocada pela Luluzinha ao tentar ganhar uma boneca numa dessas barraquinhas de diversões à beira da praia - e quem mais sofre com isso é o Bolinha; O Fantasma da Boneca, uma pequena confusão envolvendo os meninos do clubinho, um coelho e a vingança por uma maldade típica dos meninos; A Bruxa Alcéia e a Porta de Ferro, mais uma história fantástica de Lulu para Alvinho, nos moldes do clássico Ali Babá e os Quarenta Ladrões; e O Encontro, uma aprontação de Lulu e Bolinha que se passa quase toda no escurinho do cinema.
Já BOLINHA número 16 traz as seguintes histórias: Operação Jujuba, Bolinha e Carequinha envolvidos em mais uma loucura do Vovô Fracolino, avô do último (não tentem entender a linha de pensamento do velho matusquela); O Fabuloso Tônico Tonico, um pesadelo de Bolinha com o temido tônico fortificante infantil preferido dos pais e maldito pelas crianças; Bumerangue, Bolinha envolvendo Lulu em mais uma de suas confusões com seu jogo de química; O Traje a Rigor, mais uma confusão de Lulu e Bolinha (daquelas onde tudo acontece, típicas das histórias iniciais produzidas pela dupla John Stanley e Irv Tripp) durante a ida ao alfaiate; O Exterminador, Bolinha atrapalhando mais do que ajudando Lulu a se livrar de um ratinho; Vai Entender!, outra boa história sem palavras com Alvinho e sua "aminimiga" Estela; e Dor de Dente, muita confusão com Bolinha e seu maior medo: a cadeira do dentista.
São as histórias mais lerves e ao mesmo tempo mais divertidas já vistas na coleção até agora. Que pena que a Pixel Media não as esteja publicando em ordem cronológica.
Mas, de todo modo, cada gibi custa R$ 3,10. Não percam!
Para encerrar: como não tive tempo de fazer coisa melhor, vou mesmo colocar as mais recentes tiras produzidas da Letícia, que não se ligam em arco algum - por enquanto. Estas já foram publicadas no blog dela, é claro. E é o meu humor mais simplório, quando quero fazer.
É isso aí.
Até mais!

Um comentário:

Pedagoga Viviane disse...

Adorei!!!!
PARABÉNS....