quarta-feira, 17 de junho de 2009

AVATAR - Livro 3: FOGO

Olá.É hoje que eu termino a minha série de postagens sobre AVATAR. E falando da temporada mais emocionante da série: o Livro 3 - Fogo. Ilustradas com desenhos meus dos personagens - que, se não são fiéis ao desenho, não é por má intenção...

Esta temporada só começou a ser exibida em 2008, quatro anos depois do início da série. Recentemente, foi veiculada pela Rede Globo. E, sendo a temporada decisiva, tem 21 episódios (enquanto que as temporadas anteriores tinham 20 cada), e assim fecham os 61 episódios da série.
A terceira temporada não começa bem para Aang e seus amigos Katara, Sokka, Toph, Appa e Momo. Durante a batalha de Ba Sing Se, contra a vilã Azula, Aang leva a pior, e os ferimentos acabam fechando seu sétimo chakra, impossibilitando-o de entrar no Estado Avatar novamente. E, como Zuko acabou se aliando à irmã, a imponente capital do Reino da Terra cai no domínio da Nação do Fogo, e o Rei da Terra e sua mascote são exilados. Iroh acaba sendo preso, como traidor da Nação, e Aang é dado como morto. Zuko volta para casa, ou melhor, para o palácio de seu pai, o Senhor do Fogo Ozai. E, logo no primeiro episódio, nós finalmente podemos ver o rosto do causador de toda a desgraça que se abateu - e se abaterá - sobre a cabeça de nossos heróis.
A princípio, o fato de Aang ter sido dado como morto constitui uma vantagem para ele e seus aliados, já que assim, a Nação do Fogo parará de perseguí-lo, e será um trunfo para o ataque que será desfechado no dia do Eclipse, quando a Nação do Fogo estará vulnerável - os dominadores do fogo perdem seu poder durante o sumiço total do sol por trás da lua. Aang, que escapou da morte certa graças a Katara e a água sagrada que ela ganhou no Pólo Norte, no entanto, não concorda com isso. Mas acaba percebendo, mais tarde, que é necessário, de certo modo, que ninguém saiba que ele sobreviveu. Assim, junto com seus fiéis aliados, ele adentra na Nação do Fogo, esperando os exércitos do Reino da Terra que virão ajudar na invasão da capital.
Ah, sim: a turma, que precisou se vestir também à moda da Nação do Fogo para ficarem incógnitos, passa por muitas mudanças no decorrer da aventura. Aang agora - temporariamente - tem cabelos, escondendo suas tatuagens - e acaba, sem querer, matriculando-se em uma escola da Nação do Fogo (uma espécie de crítica dos criadores da série para a educação escolar tradicional, com seus conteúdos adaptados às necessidades dos governos em "moldar" as mentes infantis dentro do nacionalismo); Sokka aprende, com Piandao, um mestre espadachim da Nação do Fogo, a lutar com espada - ele fabrica sua espada a partir de um meteoro; a cega Toph, que agora também é capaz de dominar o metal, além de sua monstruosa habilidade com a Terra, mete a Gaang em problemas por seu vício por jogos de azar - nos quais ela usa sua dominação de Terra para ganhar sempre; e Katara, graças a uma dominadora de água que a turma encontra morando secretamente na Nação do Fogo, incrementa sua habilidade em dominação de água, podendo inclusive: usar o próprio suor, tirar a água das plantas para usar como arma, e até dominar sangue! Este último, é claro, ela aprende contra sua vontade - uma habilidade que converte suas vítimas em marionetes, portanto bastante cruel. Mas, mesmo com essas mudanças, os personagens continuam sendo o que sempre foram em termos de personalidade: Sokka continua sarcástico, Toph com seu gênio forte e seus comentários irônicos, Katara com seu jeito doce, mas temperamental, e Aang levando as situações por seu lado divertido - como uma forma de sublimar a tensão que se abate sobre ele.
Enquanto isso, Zuko desfruta mal da aceitação que finalmente recebeu de seu pai, tempos depois de ter sido expulso. Apesar de ele ter retornado ao palácio, como ele sempre quis, e de estar namorando a rabugenta Mai, o príncipe de rosto desfigurado não está contente. Ele está desconfiado sobre a morte do Avatar - Azula disse a Ozai que foi ele quem deu o "golpe mortal" em Aang, quando na verdade foi ela. A dúvida existencial martela forte na cabeça do príncipe, e não o deixa em paz consigo mesmo. Assim, ele chega a contratar um misterioso mercenário para caçar Aang. Esse mercenário, que Sokka apelida como "Homem-Combustão", tem a mortal capacidade de atirar raios pela testa, através de um olho tatuado nela! o "Homem-Combustão" dará trabalho à Gaang.
E segue a dúvida existencial de Zuko, que nem uma temporada no paradisíaco balneário da Ilha Ember, ao lado de Azula, Mai e Ty Lee, minora. Principalmente pelo fato de que a ilha, por uma estranha influência, faz a pessoa revelar aos outros seus segredos íntimos. (Porém, vale a pena ver Azula e Ty Lee em traje de banho, e paquerando os garotos que vivem no local...) E o que é pior: o príncipe sente que não será perdoado por Iroh, depois de sua traição - mesmo buscando sua ajuda na prisão. Aliás, falando em Iroh, inicialmente ele está impotente em sua cela depois da traição daquele a quem considerava um filho - ou pelo menos é isso que ele quer que todo mundo pense. É nesta temporada que o velho general mostra todo seu potencial. Ele treina dentro de sua prisão, e mais tarde foge de lá de forma espetacular! (pena que não tenhamos oportunidade de ver como.)
Bem. Voltemos à Gaang. Durante o percurso até o local do encontro das tropas, os heróis passam por muitas situações. Além do citado acima (Aang na escola, o treinamento de Sokka com espada, as imprecações por causa do vício em jogo de Toph e a perseguição pelo "Homem-Combustão"), eles ajudam uma vila de pescadores que está sofrendo por causa dos dejetos que uma indústria do reino do Fogo está lançando em seu rio (para tanto, Katara acaba encarnando um espírito conhecido como a "Dama Pintada"); eles enfrentam Hama, a dominadora de água que ensina Katara a dominar sangue - e que estava aprisionando pessoas inocentes da Nação do Fogo, por vingança ao que ela própria sofreu; Aang, através do espírito do Avatar Roku, conhece sobre o passado deste e sua amizade (e posterior inimizade) com Sozin, o Senhor do Fogo que iniciou a guerra de conquista; e, no episódio mais hilário da série, Aang precisa lutar contra a ansiedade pela batalha contra Ozai, e consequentemente, contra a insônia. Importante: nesse episódio, nós finalmente vemos o primeiro beijo entre Aang e Katara!
Ah, mas o clímax da série é mesmo os fatos referentes ao eclipse. As nações da Água e da Terra se juntam para a invasão à capital da Nação do Fogo, aproveitando o Eclipse - o plano é que, enquanto os exércitos atacam, Aang já estará em luta com Ozai. E vejam só quem está no meio do exército: são todos velhos conhecidos dos heróis. Hakoda, o pai de Sokka e Katara, e seu auxiliar Bato, como os comandantes - assessorados pelo próprio Sokka; o velho inventor e seu filho Téo, que desenvolveram submarinos movidos a dominação de água; o pequeno Duke e o grandalhão Pipsqueak, os membros sobreviventes do grupo do falecido Jato (não se sabe se Jato realmente morreu em Ba Sing Se, no Livro 2, mas parece que foi isso o que aconteceu); Hippo e Pedregulho, os ex-colegas de "trabalho" de Toph na Arena; Haru, o rebelde dominador de Terra o qual a Gaang salvou da prisão, e seu pai; e os caipirões do pântano. Entre outros.
Utilizando de máquinas concebidas por Sokka e o velho inventor, a invasão chega a ser um sucesso, mas não alcança a vitória - Aang não encontra o Senhor do Fogo no palácio. O pior é que Azula já sabia dos planos da invasão. Assim, só restou à Gaang fugir e esperar outra oportunidade para enfrentar Ozai.
Ah, mas eis uma coisa legal que acontece no decorrer da aventura: a redenção de Zuko. Ele decide, acossado pela sua dúvida existencial, jogar tudo para o alto - o respeito de seu pai, pelo qual tanto lutou, seu namoro com Mai, tudo. Ele rompe com Ozai de forma espetacular (o diálogo entre pai e filho é uma mensagem de Dimartino e Konietzko, os criadores, aos ditadores de certas nações do nosso mundo que mantém o poder através do ódio e da violência, assim como Ozai). E toma uma decisão: juntar-se a Gaang, que se refugia no Templo de Ar do Oeste (que é diferente dos demais: em vez de ter sido construído no declive das montanhas, como os outros, foi escavado em um rochedo à beira de um precipício). Bem, parece fácil, né? Só que Zuko precisa enfrentar a resistência de Aang e seus amigos, depois de tudo o que ele fez enquanto perseguia o Avatar - a mais desconfiada é Katara. Assim, Zuko precisa mostrar que é digno da amizade da Gaang. Mas eles só aceitam que Zuko integre o grupo porque Aang agora necessita de um professor para aprender a dominar o fogo, o elemento que falta para completar os poderes de Avatar.
Porém, Zuko mostra a nós que é, sim, capaz de passar para o lado dos mocinhos. É o personagem que mais passa por transformações no decorrer da série - nem mesmo o próprio Avatar sofreu tanto! Em um episódio digno de Indiana Jones, ele e Aang invadem o templo de uma civilização perdida para descobrirem os segredos da dominação do fogo; a seguir, Zuko e Sokka invadem uma prisão de segurança máxima da Nação do Fogo, chamada Rocha Fervente, para resgatar Hakoda, que caiu prisioneiro após a invasão - e lá, Sokka reencontra Suki, a guerreira Kyoshi e amor de sua vida, que também estava presa lá (após uma terrível batalha com Azula, no Livro 2); e, mais tarde, a fim de se reconciliar com Katara, o príncipe proscrito acompanha-a numa jornada à procura do assassino da mãe da poderosa dominadora de água (e, vejam: mais insinuações sobre um possível "clima" entre os dois - Aang, fica de olho!).
Agora, é a vez de Aang ter uma terrível dúvida existencial: será que, para vencer Ozai, o Avatar precisará matá-lo? Não haveria outra maneira de vencer o grande vilão da série?
E mais: Azula começa a mostrar cada vez mais sinais de loucura e paranóia - cada vez mais, revela-se a vilã que todos amam odiar. Não perdoa nem mesmo Mai e Ty Lee, que a traem. Ozai está prestes a lançar um ataque impiedoso sobre o Reino da Terra, aproveitando o poder proporcionado pela passagem do Cometa Sozin; e finalmente conheceremos a misteriosa Sociedade do Lótus Branco, que até então foi apenas citada na série - um grupo de guerreiros formada por importantes personagens, entre eles, os mestres Pakku, Piandao e Jeong Jeong, o Rei Bumi e, claro, Iroh. E tudo se encaminha até a emocionante batalha final da série entre Aang e Ozai, dos heróis contra a Nação do Fogo! será que Aang conseguirá destrancar seu sétimo chakra e controlar o Estado Avatar?E será que finalmente, veremos um final feliz entre o monge e o grande amor de sua vida - Katara?
Ah, sim: há um episódio em que um grupo de teatro da Ilha Ember - onde a Gaang se refugia - encena a história do Avatar. Esse episódio é revelador porque nela estão embutidas muitas curiosidades a respeito dos bastidores da série: vocês sabiam que Toph, inicialmente, foi concebida como um homem forte e grandalhão? E que o dublador americano de Sokka, descontente com o roteiro original, improvisava as piadas do sarcástico personagem?
Muita emoção nos episódios finais de AVATAR! Imperdível!

ONDE ENCONTRAR?
Bem, chegou o tempo de eu revelar onde se pode encontrar os episódios de Avatar para baixar: o site que eu recomendo, nesse caso, é o Mundo Avatar (http://www.mundoavatar.com.br/). Este site, criado por fãs brasileiros, traz tudo sobre a série: resumos dos episódios, guia de personagens, sobre os animais que aparecem na série... tudo. E o mais importante: os episódios para baixar! E em três idiomas: o Português brasileiro, o Português de Portugal e o Inglês (com legendas).
Sobre a dublagem brasileira, vale ressaltar: as duas primeiras temporadas foram dubladas pela Sincrovídeo, e a terceira, pela Som de Vera Cruz. Por isso, não estranhem a mudança na voz de certos personagens de uma temporada para a outra - mas as vozes dos personagens principais foi mantida, claro.
Bem, era isso! Quem quiser conferir Avatar, e não pôde acompanhar através do canal Nickelodeon ou da Rede Globo, já dei o caminho. Agora é esperar pelo filme, que chega em 2010 - e pelo teaser trailer, que sai agora, em 24 de junho. Vamos ver se M. Night Shyamalan, o diretor, não vai nos decepcionar - de novo. Ou será que nós que, desde Corpo Fechado, que estamos exigindo muito dele?
Até mais!

Um comentário:

Dr. Hélio Barbosa de Oliveira disse...

Gostaria de agradece-lo pela focinha, graças a seu resumo sobre o anng eu poderei fazer o livro 4- ar
Sei que nao tem nada parecido pois o livro 4 nao existe e é criaçao minha.
quando esiver tudo pronto mando pra vc. se puder me dar dicas mande um e mail para apollohuntter@hotmail.com, qualquer ajuda é bem vinda. a unica coisa que eu sei é que vao ser 10 capitulos contando a vida do anng antes de iniciar a sua historia como avatar.
mais uma vez obrigado