sábado, 9 de julho de 2011

ALMANAQUE DA LULUZINHA - mas de novo!!!

Olá.
Aproximam-se as férias de inverno aqui no Brasil. E eis que, sem aviso, uma nova revista chega às bancas.
Para quem chegou agora, a Pixel Media, selo da editora Ediouro, trouxe de volta as histórias clássicas de Luluzinha e do Bolinha. Nesse momento, cada um deles tem a sua própria revista, tal como nos anos 90 do século XX.
Bem, até aí nada de especial, quem acompanha este blog sabe dessas revistas, publicadas concomitantemente à versão adolescente da personagem. Mas, além das edições número 4 de Luluzinha clássica e número 2 de Bolinha clássico, a Pixel largou nas bancas uma edição extra: o ALMANAQUE DA LULUZINHA E DO BOLINHA!

Esse lançamento veio de surpresa. Mas não deixa de ser interessante, num ano em que o retorno de Luluzinha foi uma boa notícia.
O ALMANAQUE vem em formato maior (24 x 17), com capa cartonada e 84 páginas.
Ah, espere aí: este aqui é o segundo almanaque desta coleção! Quando o número 1 de Luluzinha foi lançado, veio de brinde um almanaque, onde a versão adolescente da personagem apresentava os personagens clássicos. Este almanaque, entretanto, foi uma edição muito mediana, ao passo que o atual almanaque é bem melhorzinho.
Como assim? Porque este almanaque traz historinhas em quadrinhos e 12 páginas de passatempos!
As historinhas que recheiam este almanaque são clássicas, e algumas são verdadeiros delírios proporcionados pela dupla de ouro John Stanley e Irv Tripp. Nelas, vemos tal como eram há tempos: Luluzinha, esperta e sempre disposta a passar os meninos para trás, e Bolinha, guloso e egoísta. Tal como Marjorie Henderson Buell concebeu.
Na primeira, Um Passeio de Elefante, um verdadeiro alvoroço é provocado quando um dos meninos do clubinho do Bolinha decide mexer com um elefante. Mas quem curte mesmo é Luluzinha e Alvinho, que assistiram toda essa confusão em um local bem privilegiado.
O Caso do Perfume Desaparecido marca mais uma aparição do Aranha, tentando provar a culpa de Seu Jorge, o pai da Lulu. E, apesar do disfarce meio esquisitão, ele tem razão: até hoje não conheci ninguém - além do meu pai - que cortasse a grama sem ser obrigado.
Gatos traz Bolinha e Carequinha tentando encrencar Lulu, e saindo eles encrencados.
O Tapete traz um delírio surreal de Luluzinha: um tapete se transforma numa passagem entre a terra e o mar, e Luluzinha, por incrível que pareça, consegue respirar debaixo d'água!
Coisafofus Tolicis traz Lulu tirando vantagem da ingenuidade e das trapalhadas de um botânico.
Troca de Prisioneiros coloca Bolinha na prisão (isso mesmo, mas não de propósito!).
A Varinha Mágica é uma nova aprontação do rico e mimado Plínio Raposo. Como seria se Luluzinha sumisse da face da Terra?
Os Pés Verdes é Luluzinha fazendo Bolinha pagar por mais um de seus crimes - no caso, roubar a torta de uma pobre senhora.
E, fechando o trecho das historinhas, De Pernas pro Ar é uma nova historinha da Pobre Menininha e da Bruxa Alceia. Numa situação pouco confortável, Luluzinha conta a Alvinho como a Pobre Menininha quebrou um feitiço maluco da Bruxa Alceia, que virou (literalmente) uma bela cidade de pernas pro ar.
E a edição se completa com 12 páginas de passatempos, feitos especialmente para as crianças. Essas páginas estão impressas em um papel diferente do restante da revista. Como a Pixel é um selo da Ediouro, que também é dona do grupo Coquetel (a maior editora de revistas de palavras cruzadas do país), essas páginas de passatempos são uma jogada de marketing da editora. Basta lembrar: nas revistas publicadas pela Abril, não havia página de passatempos!
Mas enfim. O Almanaque sai um pouco mais caro: R$ 7,90. Mas vale a pena ter em casa, crianças que estão conhecendo os personagens, e adultos que estão os relembrando. Mas seria melhor se a Pixel Media colocasse as datas de publicação original das histórias...
Para comemorar o sucesso dessa louvável empreitada da Pixel Media, eis aqui um registro raro que eu encontrei no YouTube: a versão de Festa do Bolinha, sucesso dos anos 70 do grupo Trio Esperança, cantada pelo palhaço Bozo! Essa versão é marcada pela ironia e pela gozação (prestem atenção nos comentários do Bozo!).

video
E, para encerrar, mais um triplex de Letícia, a minha Luluzinha! Desta vez, quem domina as tiras são Gatudo e o Rato - mas temporariamente, pessoal.
Em breve, elas estarão disponíveis no Blog da Letícia (http://leticiaquadrinhos.blogspot.com/) e no Quadritiras (http://www.quadritiras.com.br/).
E só para deixar afixado: neste dia 10 de julho é o meu aniversário. 27 anos, uau! Tô ficando velho... mas não para ler Luluzinha e Bolinha, que fique bem claro!
Até mais!

Nenhum comentário: