terça-feira, 7 de abril de 2009

Le freak, c'est chiq - CHIQSLAND

Olá.
Hoje, vou falar de blog. Quer dizer, de um site que inclui também blog. É o site Chiqsland Corporation, de propriedade de Chiquinha.
Não, não falo da Chiquinha do Chaves, cujo nome original é La Chilindrina. Tampouco da Chiquinha Gonzaga, a do "Ô Abre Alas, que eu quero passar". Estou falando da cartunista que assina com o pseudônimo de Chiquinha.
A moça é uma das desenhistas de humor mais conhecidas da nova geração de cartunistas. Ela coleciona trabalhos no jornal Folha de São Paulo, caderno Folheteen, na revista MAD e em outros lugares mais. A primeira vez que ouvi falar dessa cartunista foi quando ela ainda publicava, no caderno Patrola do jornal Zero Hora de Porto Alegre, as tiras de sua personagem mais conhecida, As histórias pesadas da elefoa cor-de-rosa.
Chiquinha é capaz de fazer rir apenas fazendo seus personagens fazerem uma careta que seja. Embora seus personagens fiquem quase todos com os dentes cerrados naquelas carinhas de idiota(marca registrada no traço tosquinho da cartunista - sem ofensa), eles arrancam risadas em situações que retratam, quase sempre, as vicissitudes da vida dos adolescentes. Chiquinha é o nosso novo Al Capp (de Ferdinando), pois tudo é motivo de ironia e piada: absorventes internos, salgadinhos, baladas, férias frustradas à praia, camisetas pretas, o sexo... tudo, tudo. Quer dizer, ainda não vi a moça fazendo cartum político, mas tudo bem.
Eu conheci pessoalmente a moça. Foi no 4o. Cartucho, em Santa Maria, 2007, que ela compareceu. E vou dizer, seus trejeitos, suas roupas e sua língua não contradizem o estilo alucinado de seus personagens... Só cometi uma gafe quando conversei com ela, a de perguntar-lhes como era São Paulo, já que ela desenhava para um jornal de São Paulo. Chiquinha esclareceu que reside em Porto Alegre, e que manda os desenhos pela Internet. Ah, mas a mal ela não levou.
E ela ainda me deu um autógrafo! Ou melhor, uma autocaricatura dela assinada! Isso, depois de eu ter lhes dado uma caricatura dela no meu traço! Será que ela ainda guarda minha caricatura? Não sei. Eis aí, mortais, o autógrafo que mantenho bem guardado, junto com os do Renato Canini e do Santiago:
Bem, para exemplificar como é a Chiquinha em seu traço, peguei "emprestado" uma de suas HQs mais engraçadinhas no seu portfólio no site. Bem, queria ter pego a do salgadinho, mas achei muito grande... fiquei com a do braço de Popeye...
Para ver mais cartuns, quadrinhos, Elefoa Cor-de-Rosa, Asdrúbal e Urso Bobão (esses últimos também são bem conhecidos), visitem: http://chiqsland.uol.com.br/ (site principal) ou http://chiqs.blog.uol.com.br/ (blog). O antigo blog dela continua ativo, para quem quer conhecer seu pensamento mais antigo: www.insanus.org/chiqsland/.
E hoje, vou postar uma ilustração tosca minha (já que falamos de trabalhos "tosquinhos", sem ofensa), que eu fiz inteiramente no Paint do Windows. É um porquinho, baseado no de uma tira de jornal. Não devia ter exagerado no spray...
Até mais!

Um comentário:

Chiq! disse...

Oi Felipe!

Brigada pelo post! Acredita que só agora assimilei o coment lá no Chiqscorp?

heha, neurônios que nao fazem sinapse.

Beeeijo brigadúúúú