sexta-feira, 27 de abril de 2012

Quadrinho novo: UFFO - Uma Família Fora de Órbita

Olá.
Hoje, no Estúdio Rafelipe, inicio uma nova série de postagens sobre quadrinhos.
Para quem ainda está por fora, três novas séries em quadrinhos chegaram recentemente às bancas. O melhor de tudo: elas são brasileiras!
Bem, eu estou falando destas séries agora porque só agora me animei a comprar os números 1 e 2 de cada uma. Não foi por falta de informação.
A Editora Abril promoveu, em 2010, o Prêmio Abril de Personagens, com o intuito de lançar novos autores de HQ e novas HQ infantis – a faixa etária contemplada são as crianças de 7 a 12 anos. Bem, saíram dois vencedores, mas uma obra, menção honrosa, saiu junto com as outras.
Os gibis deveriam ter sido lançados em agosto de 2011, mas alguns problemas adiaram o lançamento do número 1 das três obras para janeiro de 2012. E, em março, eles ganharam um número 2 – e olha que a principal crítica da iniciativa foi a falta de periodicidade das revistas, que não havia sido definida até então.
Ah, e a segunda edição do concurso está no ar. Ela fica aberta até o dia 30 de abril. Saibam mais em www.premioabrildepersonagens.com.br/.

Ah, sim: os gibis vencedores de 2010 foram: UFFO, de Lucas e Lilian Lima; e Garoto Vivo, de Fabrício Pretti. A menção honrosa, que também ganhou o gibi, foi Gemini 8, de Celia Catunda e Kiko Mistorigo.
Na postagem de hoje, vou falar do primeiro vencedor: UFFO.

O GIBI
UFFO – UMA FAMÍLIA FORA DE ÒRBITA é criação de Lucas Lima e Lílian Lima. Dos vencedores do Prêmio Abril de 2010, Lucas Lima é o mais conhecido desenhista, e que já a algum tempo está na estrada: ele também é o criador das tiras do personagem Nicolau e Seus Queridos Vizinhos. Para conhecer um pouco mais sobre o autor e sua obra, seu site oficial é www.lucaslima.com/.
Lucas Lima – não confundir com o músico, membro da Família Lima e marido da Sandy – faz a arte e divide com a esposa Lilian os roteiros da série, muito mais adaptada ao público infantil.
Bem. UFFO já é autoexplicativo no subtítulo: o tema da HQ é a convivência entre humanos e alienígenas. Estes, no caso, são um grupo de pesquisadores de outro planeta, que se disfarça como uma família humana para estudar os terráqueos.
A tal família é composta por: Cosmo, um perito em tecnologia, que se disfarça como o pai; Celeste, uma cientista social, que faz a mãe; Zac, o filho, é um aventureiro; e Galileu, o capitão do grupo, se disfarça como o cachorro da família. O disfarce humano é possível graças a um aparelho, o transfigurador, um cinto especial que faz os alienígenas assumirem a forma humana.
Mas essa família de alienígenas é bem-intencionada: o objetivo deles é apenas estudar os hábitos dos terráqueos, e conviver com eles. Aliás, as situações engraçadas do gibi acontecem por conta dessa tentativa de convivência. Cosmo, por exemplo, passa boa parte do tempo se empanturrando com a comida da Terra e se atrapalha todo nos ditados e expressões lingüísticas; Celeste se porta como uma mãe terráquea, é sábia, mas é dona de poderes de persuasão e hipnose (a história do número 2 onde ela visita um salão de beleza, é hilária); e Galileu é bastante exigente e esquentado, principalmente pelo fato de ter de agir como um cachorro – e o constrangimento maior é saber que os cães terrestres cheiram os rabos uns dos outros.
Quem se dá melhor convivendo com os terráqueos é Zac, que possui a aparência de um macaco roxo, é sensato mas dono de uma grande força, e que se sai melhor agindo como um garoto terráqueo. Logo na primeira história, ele revela à classe terráquea onde vai estudar que ele e sua família são alienígenas – mas, constatando que os humanos são incapazes de guardar segredo, apaga as memórias da professora e dos alunos. Mas um dos colegas de Zac não é afetado pelo aparelho de memória...
...e esse colega é Pepê, um garoto simpático, o único humano que sabe que a família é alienígena. E acaba se tornando amigo deles, e até participando de aventuras ao lado de Zac, Cosmo, Celeste e Galileu.
Falta alguma coisa? Oh, claro: o carro da família, Asteroide. Uma espécie de versão com rodas do carro dos Jetsons, Asteroide é uma máquina com inteligência própria, que se dirige sozinho, pode se transformar em um carro comum e é movido a refrigerante!!! Que pena que a parte do disfarce não se estenda à casa, que continua na forma do disco voador na qual a família veio à Terra...
Falta mais alguma coisa? Aah, claro, o vilão. O principal vilão da série é Pumka, o irmão mais novo de Galileu – só que roxo e com três olhos. Revoltado por não ter sido escolhido para integrar o grupo de exploradores, Pumka chega à terra louco por vingança e, de quebra, buscar uma forma de dominar o planeta (lógico!).
UFFO, desse modo, é um excelente gibi infantil: muitas situações engraçadas a ponto de agradar adultos e crianças, sem ferir suas inteligências; um traço cartunesco e funcional, combinando bem com o roteiro; e é um gibi brasileiro de excelente qualidade.
E, ao que parece, o gibi está se confirmando como bimestral. Tem tudo para ter uma boa longevidade nas bancas. Basta a resposta do público ser a melhor possível, portanto vamos colaborar, pessoal!
Ainda mais que o preço é convidativo: R$ 1,95 cada número! Com sorte, ainda dá pra achar o número 1 nas bancas. E, segundo informações, o número 3 já está chegando!
Conheçam melhor a serie acessando o site oficial: www.uffo.com.br/. O site é ligado ao da revista semanal Recreio, da mesma editora Abril, já que, semanalmente, também estão saindo nessa revista tiras com os personagens.
É isso aí.
Na próxima postagem: GAROTO VIVO, o segundo gibi vencedor!
Para encerrar, pegando o tema alienígenas, resolvi fazer uma pequena HQ, baseada numa esquete do saudoso desenho animado Freakazoid. Algumas perguntas podem não ser relevantes de serem respondidas, mas que tal a desculpa da “sobrevivência de todo o universo” para elas ganharem uma resposta? Ainda mais essas perguntinhas engraçadas?
Bem, convenhamos: teria saído melhor se eu entendesse mais de pintura digital, né? Buá!
Até mais!

2 comentários:

matheus dias do espirito santo disse...

ok pode coloca o link das postagen no seu blog e obrigado por ologia meu blog vou tar tentando melhora ele e cresendo cada vez mais.

matheus dias do espirito santo disse...

acho que entendi eu posso fazer um poste indicando as pessoa a acessar
o seu blog e ver as postagen da resenhas da serie